Esquerda X Direita

Na página de explicação sobre posicionamento político já abordei os possíveis problemas que podem ocorrer em caso de se posicionar com um movimento específico. Neste post vou buscar explicar o que é esquerda e direita na nossa realidade Brasileira hoje, para depois fazer um post específico sobre um e outro.

O conceito esquerda X direita vem do século XVIII na França quando os burgueses (os ricos) ficavam à direita do parlamento enquanto os pobres ficavam à esquerda. O problema em usar estes termos hoje começa do ponto de vista que a realidade do mundo hoje não é nem próxima da realidade do povo francês do século XVIII, por isso hoje há divergências no meio político sobre o que seriam esses dois lados.

Alguns dizem que está relacionado ao capital, dizendo que aqueles que defendem o capitalismo são de direita e aqueles que defendem o comunismo ou a reforma agrária como sendo de esquerda. O problema desta definição é que o capitalismo como é hoje só surgiu no século XIX. Ou seja, na época em que surgiu o termo esquerda e direita a coisa não era assim. Naquela época as pessoas tomavam como certo que aqueles que nascem pobre morrem pobre, enquanto nos países capitalistas hoje as pessoas assumem que qualquer um pode se tornar rico ou pobre independente de sua origem.

Hoje no nosso país é mais aceito a idéia de que esta binariedade está relacionada à participação do governo, sendo que o movimento de esquerda acredita no grande poder do governo sobre a vida das pessoas, já a direita acredita no mínimo (ou nulo) poder do governo sobre as pessoas.

Automaticamente associa-se aos movimentos de esquerda o comunismo e aos movimentos de direita o anarco-capitalismo.

 

Para nós católicos vale notar que, tanto o comunismo quanto o anarco-capitalismo são posicionamentos “falso-messiânicos”, ou seja, as pessoas que defendem estes movimentos acreditam que, respectivamente, eles seriam a solução para a humanidade e trariam a paz na terra. Porém, é importante lembrar-mos que para nós a paz somente vem através do Espírito Santo.

A prova desta incompatibilidade é que em ambos os movimentos dependem de um estado laicista (que é diferente do estado laico – confira a frente). Pois tanto para um como para outro qualquer religião impede seu avanço.

 

Laico X Laicista

A título de conhecimento, estado Laico é o estado que respeita todas as religiões, enquanto o estado laicista não aceita influência de nenhuma religião. A legislação brasileira prevê o estado laico, ou seja, eu posso dar minha opinião como católico assim como terei que ouvir a opinião dos fiéis de outros credos, incluindo os ateus.

Deixe uma resposta